QUALIDADE E SEGURANÇA

 

A Protechtor segue rigorosamente as leis e normas vigentes que atestam a segurança dos produtos. Recomenda-se ao consumidor que, ao adquirir um veículo blindado, esteja atento às certificações, legislações e informações técnicas exigidas pelas autoridades, referentes a produtos blindados.

Transparências blindadas são blindagens balísticas e desta forma, fazem parte da lista de produtos controlados pelo Exército Brasileiro – R-105 (Decreto 3.665 de 20 de novembro de 2000).

Todo fabricante de blindagem balística deve ter registro junto ao Exército Brasileiro – Título de Registro (TR). Nele são apostilados todos os Relatórios Técnicos (RETEX) aprovados e executados pela empresa, junto ao Centro de Avaliação do Exército. Assim, as empresas fabricantes de blindagens balísticas podem comercializar seus produtos.

 

SERIGRAFIA E QUALIDADE ÓPTICA

Todavia é importante ressaltar que a responsabilidade de seguir o projeto da blindagem balística apresentada e testada junto ao Exército é integral do fabricante, assim como garantir a procedência e qualidade dos materiais empregados.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é a entidade responsável pela normalização no território brasileiro.

CERTIFICAÇÕES, LEGISLAÇÃO

A Protechtor segue rigorosamente, as leis e normas vigentes que atestam a segurança dos produtos. Recomenda-se ao consumidor que, ao adquirir um veículo blindado, esteja atento às certificações, legislações e informações técnicas exigidas pelas autoridades referentes aos produtos blindados.

Transparências blindadas são blindagens balísticas e desta forma, fazem parte da lista de produtos controlados pelo Exército Brasileiro – R-105 (Decreto 3.665 de 20 de novembro de 2000).

Todo fabricante de blindagem balística deve ter registro junto ao Exército Brasileiro – Título de Registro (TR). Nele são apostilados todos os Relatórios Técnicos (RETEX) aprovados e executados pela empresa, junto ao Centro de Avaliação do Exército. Assim, as empresas fabricantes de blindagens balísticas podem comercializar seus produtos.

Todavia é importante ressaltar que a responsabilidade de seguir o projeto da blindagem balística apresentada e testada junto ao Exército é integral do fabricante, assim como garantir a procedência e qualidade dos materiais empregados.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é a entidade responsável pela normalização no território brasileiro. Em 2005, foi criada a NBR 15000, a primeira norma balística brasileira para uso geral em aplicação civil.

A NBR 15000 respeita a tabela de classificação para cada nível de blindagem do R-105 (Exército Brasileiro), além de definir níveis de proteção alternativos.

Esta norma delimita todas as variáveis em um teste balístico: calibre, característica, peso e velocidade do projétil, além da distância entre os disparos e da distância entre a blindagem testada e o cano da arma.

ALÉM DA NORMA BRASILEIRA, OFERECEMOS SOLUÇÕES BALÍSTICAS PARA VÁRIAS NORMAS INTERNACIONAIS:

  • National Institute of Justice – NIJ 0108.01 (USA);
  • EN 1063 (Europa);
  • STANAG 4569.

A MARCA PROTECHTOR OBTEVE TAMBÉM CERTIFICAÇÕES DE NÍVEL INTERNACIONAL, COMO HP WHITE (ESTADOS UNIDOS) E BESCHUSSANT MELLRICHSTADT (ALEMANHA).


NÍVEIS DE SEGURANÇA

NÍVEL ARMAMENTO MUNIÇÃO MASSA DO PROJÉTIL G V° M/S NÚMERO DE IMPACTOS
I Qualidade e Segurança .22 LRHV Chumbo 2,6 ± 0,1 320 ± 10 5
.38 Special RN Chumbo 10,2 ± 0,1 254 ± 15 5
II-A Qualidade e Segurança 9 FMJ 8,0 ± 0,1 332 ± 12 5
357 Magnum JSP 10,2 ± 0,1 381 ± 12 5
II Qualidade e Segurança 9 FMJ 8,0 ± 0,1 358 ± 15 5
357 Magnum JSP 10,2 ± 0,1 425 ± 15 5
III-A Qualidade e Segurança 9 FMJ 8,0 ± 0,1 426 ± 15 5
.44 Magnum SWC GC 15,6 ± 0,1 426 ± 15 5
III Qualidade e Segurança 7.62 x 51FMJ (.308 – Winchester) 9,7 ± 0,1 838 ± 15 5
Qualidade e Segurança .30 – 06 AP 10,8 ± 0,1 868 ± 15 1



NÍVEL DE PROTEÇÃO ALTERNATIVA DE SISTEMA DE BLINDAGEM IMPACTO BALÍSTICO – II

Proteção Alternativa (PA)MUNIÇÃOMASSA DO PROJÉTIL GV° M/SNÚMERO DE IMPACTOS
PA-1Cal 12/70 Projétil singular (Acrescentado)28.4 ± 0.05450 ± 105
PA-25.56 x 45 Ball Ss92 / M 1933.5 ± 0.1990 ± 155
PA-37.62 x 39 Ball – M437.9 ± 0.01716 ± 155
PA-45.56 x 45 NATO Ball SS109 / M855 (NP)*4.0 ± 0.01915 ± 155
PA-57.62 x 39 Ball PS M 1943(NP)*7.9 ± 0.01720 ± 105
PA-67.62 x 51 AP9.8 ± 0.1840 ± 152**

NP – Núcleo com aço perfurante.
** A uma distância de 300 mm.

Legenda LRHV – Long Rifle High Velocity
RN – Round Nose FMJ – Full Metal Jacketed
JSP – Joint Soft Point SW GC – Semi WadCutter Gas Check
AP – Armor


LABORATÓRIO DE TESTES E DESENVOLVIMENTO


Através dos anos, a Protechtor desenvolveu a maior linha de transparências blindadas do país. Estão disponíveis mais de 600 modelos de automóveis entre níveis II, III-A, III, B4, B5 e B6. Hoje, contamos com equipamentos modernos para traçamento dos vidros e uma equipe muito experiente no desenvolvimento de ferramentas de curvação. Com tecnologia própria, a empresa desenvolveu fornos de curvação automatizados e rotativos para atingir um alto padrão de qualidade e fornecer os kits com as curvaturas mais próximas dos vidros originais do veículo.

A linha de produtos Protechtor engloba transparências blindadas para o segmento automotivo, ferroviário, metroviário, náutico, aeronáutico e arquitetônico. As transparências blindadas Protechtor são o resultado de avanços tecnológicos que ocorreram na empresa, através de controle de materiais, controle de limpeza do ambiente fabril e novas técnicas de ferramentaria e autoclavagem. Estes avanços resultaram em transparências blindadas com encaixes mais precisos na carroceria dos veículos, maior controle de adesão de materiais e o menor índice do mercado de delaminação. A consequência deste trabalho resultou em um aumento significativo na vida útil do produto.

O controle laboratorial de matérias-primas foi um grande passo para a melhoria de qualidade ótica e principalmente gerou um produto com maior segurança para o usuário, portanto, quando falamos de segurança, falamos de Protechtor e Protecgard, duas linhas de transparências blindadas desenvolvidas durante anos de pesquisas, com a participação efetiva e envolvimento de uma equipe competente que implantou com exigência cultural a utilização das matérias-primas mais nobres disponíveis no mundo, como vidros automobilísticos das melhores multinacionais e também como diferencial, policarbonato importado da Europa, polivinil butiral (PVB) e poliuretano (PU) americanos de maior espessura que os utilizados por muitos concorrentes


DESENVOLVIMENTO DE MODELOS

Através dos anos, a Protechtor desenvolveu a maior linha de transparências blindadas do país. Estão disponíveis mais de 600 modelos de automóveis entre níveis II, III-A, III, B4, B5 e B6. Hoje, contamos com equipamentos modernos para traçamento dos vidros e uma equipe muito experiente no desenvolvimento de ferramentais de curvação. Com tecnologia própria, a empresa desenvolveu fornos de curvação automatizados e rotativos para atingir um alto padrão de qualidade e fornecer os kits com as curvaturas mais próximas dos vidros originais do veículo.

Qualidade e Segurança

A linha de produtos Protechtor engloba transparências blindadas para o segmento automotivo, ferroviário, metroviário, náutico, aeronáutico e arquitetônico. As transparências blindadas Protechtor são o resultado de avanços tecnológicos que ocorreram na empresa, através de controle de materiais, controle de limpeza do ambiente fabril e novas técnicas de ferramentaria e autoclavagem. Estes avanços resultaram em transparências blindadas com encaixes mais precisos na carroceria dos veículos, maior controle de adesão de materiais e o menor índice do mercado de delaminação. A consequência deste trabalho resultou em um aumento significativo na vida útil do produto.

O controle laboratorial de matérias-primas foi um grande passo para a melhoria de qualidade ótica e principalmente gerou um produto com maior segurança para o usuário, portanto, quando falamos de segurança, falamos de Protechtor e Protecgard, duas linhas de transparências blindadas desenvolvidas durante anos de pesquisas com participação efetiva e envolvimento de uma equipe competente que implantou com exigência cultural a utilização das matérias-primas mais nobres disponíveis no mundo, como vidros automobilísticos das melhores multinacionais e também como diferencial, policarbonato importado da Europa, polivinil butiral (PVB) e poliuretano (PU) americanos de maior espessura que os utilizados por muitos concorrentes.